O mundo é cruel com as gordinhas, principalmente as gordinhas

crystal26 Quando a Dove lançou a campanha com mulheres “de verdade” todo mundo aplaudiu. Isso gerou uma mini-tendência onde publicidade era feita usando modelos parecidas com mulheres reais, não deusas impossivelmente magras.

A mídia em peso (com trocadilho) comprou a idéia, muita, muita centimetragem foi conseguida apenas enviando press releases sobre campanhas com “mulheres de verdade”. Só quem não comprou a idéia foram… as mulheres de verdade.

Claro, em público o discurso era de total apoio, abaixo as magrelas, viva as curvas, viva as cheinhas. Essa era a interpretação racional, só que a mente humana e em especial a feminina NÃO funciona racionalmente. Muito da propaganda faz uso disso, e querendo ou não as campanhas de “mulheres de verdade” seriam interpretadas pelas tripas, não pelo cérebro.

Para comprovar o real efeito da publicidade com mulheres cheinhas duas Universidades, uma na Alemanha e uma na Holanda entrevistaram mulheres magras, normais e gordas medindo sua reação a anúncios com diversos biotipos de modelos.

Centenas de estudantes mulheres com índice de massa corporal baixo, mediano ou alto participaram do experimento. O objetivo era determinar o efeito das modelos na auto-estima das participantes, e os resultados são tristemente diferentes de todo o discurso politicamente correto anterior.

MIssPiggy

Caso 1 – Mulheres com baixo IMC

Ou mais claramente, magras. Estas se mostraram indiferentes. Ao mesmo tempo que se identificam com modelos magras, se distanciam nas medianas e das gordas. Não se vêem como elas, não têm medo de se tornar como elas.

Caso 2 – Mulheres com alto IMC

As gordinhas se ferram geral. Todas as modelos acertaram na baixa auto-estima delas. As magras por serem magras, as medianas por serem o corpo idealizado mas que não possuem e as modelos gordas, afinal se identificam com elas.

Caso 3 – Mulheres com IMC mediano

Aqui que a porca torce o rabo. Embora as mulheres deste grupo se sintam bem com modelos moderadamente magras, ao ver modelos moderadamente gordas sofrem uma queda de auto-estima, pois sua imagem interna as visualiza como elas.

Aqui cabe uma explicação: Quem dita o que é gorda ou magra é a indústria da moda, que parece corresponder ao estereótipo de ser dirigida por bees ensandecidas misóginas, dado o sofrimento que causam as mulheres. É IMPOSSÍVEL manter-se dentro dos padrões deles, nem se o Sr Dedo se tornar amigo íntimo da Sra Garganta.

Não há exemplo melhor do que Whitney Thompson, esta modelo americana que venceu o America´s Next Top Model é classificada como PLUS SIZED, categoria que funciona com um gueto para modelos gordas. O manequim dela é 10, equivalente ao 44. Estilistas já chegaram a exigir modelos com manequim ZERO para desfiles.

modelwhitney

Portanto, mesmo que a publicidade use modelos “gordas” como a Whitney, as consumidoras ainda a verão como gorda, e consequentemente não entenderão positivamente a propaganda. Estarão alienando todos os grupos menos as magrelas, que não estão aí pra nada, conforme demonstrou a pesquisa.

O que isso tudo quer dizer?

Algo que Steve Jobs vive demonstrando na Apple: Certas horas você NÃO pergunta ao consumidor o quê ele quer. Ele não sabe. Ele vai tentar racionalizar, vai tentar justificar e enrolar, vai te ditar uma série de diretrizes e no final mesmo que você as tenha seguido à risca, esse consumidor ficará insatisfeito.

Pesquisas e estudos como o que mostrei ainda são uma das ferramentas mais importantes para o entendimento do consumidor. Pesquisas tradicionais MESMO. No caso acima a Bala de Prata das Redes Sociais se mostraria basicamente inútil. Pior: Uma pergunta direta via redes sociais daria resultados completamente errados. As consumidoras em peso (ainda com trocadilho) iriam repetir o discurso de como é bom ver “mulheres de verdade’ mas (in)conscientemente prefeririam anúncios com modelos saradas.

Redes Sociais são ótimas para angariar opiniões e montar perfis sobre conceitos que podem ser racionalizados, mas entender o emocional nem sempre está ao alcance da ferramenta. É preciso fazer as perguntas certas, estudar as respostas e efetivamente interpretar o que o consumidor quis dizer, não o que ele disse.

Do contrário você continuará acreditando que ninguém baixa pornografia, ninguém acessa site de torrent e ninguém passa adiante email com Totem da Sorte.

Ou pior ainda, acreditará que nós homens não achamos edificante e não iríamos facinho em uma gordinha bem-resolvida como a totosuda Crystal Renn.

crystal1



Leia Também:

  • http://meuveneno.com.br Kakah

    Eu sou gordinha, saudável e, se fosse ficar com baixa auto estima toda vez que visse uma magrela, já tinha me matado faz tempo. Eu não preciso provar que sou melhor do que as magras ou as medianas, eu me acho gostosa do meu jeito… E se for por causa dos homens, se um cara não me acha gostosa quem não faz questão de ficar com ele sou eu.

    • Ana Bela

      É isso aí Kakah! Concordo com você!

      • http://seiti.net Seiti

        Boa kakah,

        Minha namorada é gordinha tb e amo ela mesmo assim.

  • http://casadocacete.blogspot.com Aline T.H.

    Cara, AMEI teu texto, Cardoso. Tentar racionalizar medos e outras emoções realmente não funciona, em veículo algum.

    Agora, enquanto mulher de peso (com trocadilho, por favor!), te digo que tenho pena das modelos com manequim zero que você citou. Não sei se é uma coisa meio de família, mas tenho vontade de dar um prato de comida, sabe? Como a gente faz com crinaça magrinha… Não tou contestando a pesquisa, de forma alguma – a gorda que nunca quis ser magra que atire a primeira pedra – só que acho que a idade influencia um pouco. Com 32 anos, já tendo sido casada e já tendo sido Flor de Lis, juro que ser meio Tiririca do Brejo não me incomoda. Não com relação ao meu peso.

    Agora, não me deixa sem batom que eu mato um no meio da rua! ;-)

    Beijo.

  • http://fabianelima.com Fabiane

    E eu que tenho 47kg, 1.67m e me acho horrorosa nas minhas roupas porque pareço mais um cabide?

    No mais, as gordinhas podem emagrecer (melhor não, né). E nós, pobres meninas feias? :(

    • http://contraditorium.com Cardoso

      Não existe menina feia, existe menina chata.

      • http://casadocacete.blogspot.com Aline T.H.

        o/ E tem gente que não gosta do que você escreve… zo/

      • http://crazyseawolf.blogspot.com/ Crazyseawolf

        Cardoso fazendo média. :)

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          Essa modelo Crystal Renn, lembrou-me das fotos de mulheres de fim dos anos 40 e inicio dos 50. Não existia a paranoia de emagrecer, os homens gostavam das mulheres como elas eram. Basta ver as fotos das Misses Universos daqueles anos. (O google está aí para isso).

          Minha mulher é gorda e gosto dela como ela é. Fazemos um sexo bem caprichado e as nossas barrigas não atrapalham demais.

          Parafraseando Spock: "Há muitas posições"

          Tenho dito.

      • Lauro

        Será mesmo que o Vinícius deveria ter começado a sua famosa frase com…

        "as chatas que me perdoem…??

        rs

        8-)

        • Klicia

          Do mesmo jeito que a malícia está nos olhos de quem ve, a beleza está nos olhos de quem a capta. Já ouviu falar em subjetivo, pois bem cada ser com seu ponto de vista, graças a Deus as pessoas são e pensam diferente. De que adianta uma pessoa bela e vazia. Nada como charme pra dar diferencial.

        • Ana Bela

          Bem, Lauro, a frase de Vinícius começa com… "as feias que me perdoem…" e não as gordas que me perdoem…Logo, meu caro, isso não quer dizer que mulher gorda é feia…rsrsrsrs Tem mulher gorda feia, bonita, tem magrela bonita, feia…tem home feio, bonito… rsrsrsr è tudo tão relativo! Que bom né? Assim agente pode escolher o que é melhor para nós! Abraços!

      • Bianca

        As mais chatas são sempre as mais magras!!

    • Carlos Magno

      Tenho que te apresentar a minha esposa então. Vocês têm o mesmo peso e altura. :-D

      Vou contar um causo aqui: minha cunhada é mais alta e durante muito tempo foi mais leve que vocês duas. Em determinado momento ela foi convidada para ser modelo. Dirigiu-se até a famosa agência, fez entrevista, tirou foto, etc. Em dado momento, a pessoa falou:

      "Olha, você tem o perfil certo para trabalhar conosco, só acho que você deveria emagrecer um pouquinho…"

      Dizer a uma pessoa que tem o IMC provavelmente abaixo de 16 (magreza mórbida) que precisa perder peso eu acho meio fora de proporção.

    • http://carllosjf.blogspot.com/ Carlos Alberto

      Cara Fabiane, ( mensagem postada em 23/03)

      Sentí-me desejoso de repostar seu comentário, mesmo porque trata-se de uma pergunta, que embora seja uma pergunta daquelas que a gente só pergunta para colocar as pessoas para pensar. Só gostaria de lhe falar que somos o melhor que temos, e que seria muito bom encontrar uma maneira de viver melhor coosco mesmo. Se por um lado agente ache que o nosso exterior não seja o que queríamos ser procure no interior, ou seja, em sua personalidade em seu jeito de ser ser o mais linda quanto possível, fazendo assim essa belesa que está guardada, posso dizer encondida dentro das pessoas em muitos casos não é esplorada. Quando descobrimos pessoas lindas interiormente, acredite, o exterior passa a ser apenas mais um detalhe. Na verdade é importante é as pessoas amarem, realmente desejarem estar em sua compainha, por ser você alguém extremamente agradável. Não diga nunca "sou feia", nem permita as pessoas ao seu redor dizerem isso também.

      Fica na Paz !!!

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Muito bem, Carlos Alberto!

  • http://murdock-brasil.blogspot.com Murdock

    Não esqueço da capa de uma revista que vi anos atrás dizendo que o ideal de beleza dos homens era a Sheila Carvalho e das mulheres, a Gisele Bundchen. Acho que elas tentam mesmo ser bonitas para outras mulheres. Sendo magra as outras nunca vão poder dizer que ela está gorda, acima do peso, um número a mais. Vai entrar na loja e pedir 38, 36, sem medo de ficar apertado diante da vendedora magrela. Aliás, muitas das vendedoras que vejo estão longe de serem magrelas, felizmente.

    No fim, ainda acho que o mundo é muito mais cruel com os magrelos do que com gordinhos, gordinhas ou magrelas.

  • http://twitter.com/malcomtux Malcomtux

    Só digo uma coisa. Crystal Renn vem "ni mim".

    • Ana

      Eh isso ae Malcomtux….adoooooro !!!!….eu ia em vc facil tbm…rsrsrs

  • http://twitter.com/SoManyTroubles Salazar

    Murdock disse tudo. O mundo é mais cruel com os magrelos.

    Eu tenho 1,72, 47 kg e me sinto bem com meu corpo. Mas sendo brasileira, isso não é lá muito bom. Acredito que sofro mais com piadinhas sobre ser magra, do que as "gordinhas".

    E Cardoso, parabéns pelo texto.

    Acho que tentar racionalizar medos é completamente irracional. Não dá para saber como a maioria das pessoas se sente. É preferível ficar com o belo mundo irreal.

  • Twist

    Steve Jobs é guri novo em entender o consumidor… prefiro a frase de Henry Ford lá nos primordios: “If I had asked people what they wanted, they would have said faster horses.”

    Mas no fim os consumidores não sabem o que querem e as mulheres são muito complicadas.

  • http://crazyseawolf.blogspot.com/ Crazyseawolf

    Mulher de verdade é aquela que leva o homem à loucura na cama. Até hoje nunca encontrei uma dessas, seja magra, normal ou gorda.

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Então a minha é uma mulher de verdade.

      • Ana Bela

        É isso aí Sarrah! Quem se prende muito a detalhes deixa de aproveitar o melhor!

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          Cara Ana Bela: minha mulher era magra quando a conheci, e eu também.

          Agora somos um casal ligeiramente arredondado, o que mostra que gostamos da boa mesa, temos filhos e filha magros, e casados com pessoas magras. Nossa gordura, denota que já passamos da face difícil da vida.

          Estamos curtindo nossas gorduras, e até compramos uma cama reforçada para nossas brincadeiras pesadas (com trocadilho, como diz o Cardoso).

    • Camis

      Porque será bonitão???? kkkkkkkkkkkkk

    • Bel

      é óbvio q isso acontece pq vc tá no time errado.

    • SFS com IMC baix&iac

      Deve ser então pq vc não tem competência para conquistar uma mulher linda, inteligente, e que leva o homem à loucura…

    • nina

      Uma mulher so pode levar um homem á loucura na cama se for bem estimulada, meu caro.

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        É mais importante o homem levar a mulher à loucura na cama, que fique bem claro, senão a mulher pode procurar outro que faça melhor.

        • Rafael Giusti

          Antes de fazer comentários sexistas, lembre-se que mamãe e papai também estão sujeitos à lógica que vocês estão tecendo. Talvez isso ajude a não falar bobagens que banalizam relacionamento e sexualidade. =p

    • jrventurim

      Quer que sua mulher te leve à loucura? Dê seu cartão de crédito para ela … E depois deixe para ler a fatura na cama. Pronto, resolvido o seu problema.

  • http://twitter.com/dricasalam Drica

    Muito bem escrito, parabéns…

    Na hora que a gente gosta, aprende tb a ir vencendo os preconceitos… o importante é ter a mente aberta para a vida.

    Uma vez li um comentário que Nelson Rodrigues falava que faltava muita educação emocional para as pessoas, acho que foi a Betty Millan que citou essa frase.

    Ainda estamos precisando nos educar, não só no sentido dos bancos escolares, mas tb para não ficar aceitando tudo que chega mastigado e pensar cada vez, com maior autonomia.

    • olha só!

      verdade!..

  • http://quartoescuro.blogdrive.com Bruna

    Eu acho que a moda das modelos plus-size tem várias serventias. Mas pra não encher a tua caixa de comentários, eu, pra variar, respondi com um post: http://quartoescuro.blogdrive.com/archive/463.htm

  • http://www.valedoseulixo.com Caloã

    Cardoso, é engraçado gorda dizendo que é plenamente feliz com seu corpo. Tipo, se ela pudesse ser gostosa estilo Juju Paes, duvido se ela continuaria escolhendo ser gorda!

    Com relação ao texto, as mulheres gordinhas não querem se ver no espelho. Elas querem achar que são diferentes e as modelos, não tão magrelas, ajudam isso.

    Como no filme Matrix, temos nossa percepção de nós mesmos diferente de como as pessoas veêm. E as cordinhas querem se achar gostosas!

    Espero que tenha me expressado claramente :)

    Abraços.

    • http://casadocacete.blogspot.com Aline T.H.

      A-ham: eu me acho gostosa. Não padronizadamente, não da maneira que talvez você ache, mas eu me acho boa. Sou inteligente, falo três línguas e já dei nó na cama em alguns poucos homens – o suficiente pra ser plena. Se eu escolheria nescer gorda? Não, até pela questão da saúde e de precisar gastar muito mais pra me vestir. Mas daí a me odiar ou me matar com remédios e cirurgias pra ficar "gostosa-com-o-povo-acha"… Sinceramente? Antes gorda, inteligente e feliz, tomando meus chopps com meus amigos, do que magra, sem saúde e passando vontade de tomar um choppinho e, consequentemente, de mau humor.

      Gente, meio-termo é precioso na vida. Ninguém tá dizendo "salve as gordas, somos o novo padrão do mundo e fodam-se as magras!", não. Só estou dizendo que já que vim assim, gorda, não vou ficar de mimimi por causa disso. Me expressei direitinho? ;-)

      • Lívia

        Adorei, Aline!!!

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Mandou bem

      • Fabio

        Ganhou um clique meu.

      • olha só!

        é isso aê! argumento preciso,convincente e maduro!

      • Elizabeth De F&aacut

        Perfeita sua forma de pensar sobre o ser gorda, tenho pensado bastante nesta questão pois não estou disposta a sofrer psicologicamente e até fisicamente tentando alcançar um patamar de magresa, mas o de viver , e viver de bem com a vida e com as pessoas que me rodeiam e buscar enaltecer o que tem de melhor em mim sendo gordinha!!!! O resto e papinho!!!!

      • Melânia

        Muito bom!! Ótima resposta e muito inteligente.

        Agora, vai aquela perguntinha? Pq quem mais sofre é MULHER gordinha? Para homem gordinho, barriga de cerveja é sinônimo de felicidade! Para a mulher, é atestado de culpa. Nós mulheres nem rotulamos os gordinhos como rotulamos a nós mesmas, sejamos gordinhas, magrinhas, altinhas, baixinhas e mais tantos "inhas" que possamos inventar. Pq não pensamos um pouco como os homens e façamos mais piadas a respeito de nós mesmas?

        O que deve prevalecer acima de qualquer coisa (peso, gênero etc) é a satisfação e o respeito próprio.

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          Veja acima minha resposta para Ana Bela.

      • tina

        vc se expressou direitinho, concordo e virei sua fã!!!

      • James

        Gostei de seu texto e de você, Aline. Personalidade e presença, sinceridade e generosidade, inteligência e savoir-faire. Gostei de você, gostaria de conhecer você. Eu falo cinco idiomas, adoro viajar (e viajo), adoro mulheres bem resolvidas, que se conhecem, que não temem ser o que são e quem são e gosto de mulheres que se acham gostosas. Não sou gordo: tenho 1,72 e 69 kg. Grande beijo para você, que se ama, se curte e faz com que outras pessoas a admirem.

        James.

    • olha só!

      é mais um rapaz sonhando um dia em ter uma playmater na sua cama, que se baseia num filme de ficção-científica para justificar o comportamento humano!..

      • Ana Paula

        "É alí que me refiro" …. brincadeiras a parte a Aline mandou muito bem!!! e peço licença pra fazer minhas as palavras acima!

      • James

        Como é que você, OLHA SO, percebeu tudo isso em apenas algumas linhas??? Cara, você é bom de interpretação, heim!!!! Vou visitar mais vezes esse espaço, pois senti firmeza!! Grande abraço e obrigado pela sacada!

  • http://escritosideologicos.blogspot.com/ Ana Karenina

    Olá

    Eu nem vou mais dizer que acho seus textos muito bons porque isso você já está cansado de ler, ouvir e saber. Então vamos pular essa parte introdutória e ir direto ao comentário.

    Pois bem, falou em gordinha e ditadura da magreza pode esperar que o público feminino vai se manifestar (em peso ou não) por isso estou aqui pra dar minha parcela de contribuição e me somar as mulheres insatisfeitas, insatisfeitas sim, ser mulher é já nascer assim, porque não acredito nesse discurso feminista: “me amo do jeito que sou, sou gostosa assim e que se lixe o resto”, acho que quem diz isso é porque quer que o mundo e ela mesmo acredite nisso, mas se isso fosse mesmo verdade não iríamos pra salão de beleza, pra academia, pra shopping e fazer tantas outras coisas pra se embelezar e melhorar a aparência, se fosse verdade essa satisfação toda, ficaríamos assim como estamos sem nada fazer, afinal somos gostosas assim né? Pra que mudar? Enfim, acho que são falácias que a própria mídia nos incentiva a cultivar, cabe a cada uma ter coerência e bom senso pra aceitar e mudar o que lhe cabe, o que lhe agrada mais.

    Essa pesquisa que você mostrou só confirma uma coisa que já sabíamos, mas não queríamos acreditar: “nem sempre fazemos e obedecemos o que nosso próprio discurso rege”, somos todos contraditórios mesmo. O que nos resta fazer Cardoso? Acho que pra começar precisamos parar de levantar bandeiras que não são nossas e parar de adotar rituais e ideologias que não fazem parte de nós só pra sermos mais aceitas e consideradas na sociedade, invés disso vamos seguir nossas próprios desejos e trabalhar pra construção de nossa própria identidade, sem feminismos exagerados, sem rótulos que não condizem com a realidade ou jargões populares midiáticos.

    Enfim, vamos cuidar de ser mulher já que é isso que viemos ser neste mundo, vamos nos preocupar com o que e quem nos interessa realmente, sendo magra ou gorda.

    É isso, desculpa aí o comentário longo, exagerei. rs

    Um abraço

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Eu te dedico, Anna Karenina!

  • poooorra! não sei se ser magrelo é pior, mas é bem ruim tb!

  • http://www.twitter.com/sgrubbles André Maringo

    Citando: "O ideal de beleza dos homens é a Sheila Carvalho e das mulheres, a Gisele Bundchen". Perfeita definição. O que baixa a auto-estima das mulheres "gordinhas" é sua auto-imagem em comparação às outras mulheres. Se se imaginarem sendo lidas pelos olhos masculinos se sentirão bem… ou mau, sendo Giseles.

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Como aquele filme da gorda que era vista como magra pelo personagem principal.

    • olha só!

      não acho não! tem mulheres que se adequam a esses padrões de beleza e são deprimidas.. tú já ouviu falar em depressão edêmica?

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Já. Há gente que não se gosta.

  • RIBAMAR

    Mulheres, mulheres, mulheres…. Martinho da Vila define com propriedade.

    Roberto Carlos nem se fala.

    São todas lindas, deveriam deixar de perder tempo com definições. Para os homens são belas na essência e entre elas próprias uma eterna concorrência, disputas de ego.

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Concordo.

      Toda mulher tem algo bonito.

  • http://ivone2012 ivony

    O importante de todos esses comentários, é que as pessoas se preocupam muito com o padrão físico e esquece do padrão mente, penso que o importante não é como a pessoa é, mas o que ela faz,não importa se a pessoa é redondo quadrado retângulo ou reto, amarelo vermelho branco ou preto, o mais bonito de tudo a maior tesão é não ter preconceito fazer o que quer o que gosta e deixar algum rasto no mundo, o nosso planeta está pedindo socorro e está precisando mde pessoas inteligentes de mentes saudáveis.

  • http://www.contraditorium.com/2010/03/23/o-mundo-cruel-com-as-gordinhas-principalmente-as-gordinhas Érica

    Afinal, homem não se importa se a mulher é magra ou gorda. Eles só querem que elas sejam tão submissas quanto um cãozinho.

    Então nós mulheres só temos mais é que buscar o melhor pra nós, se vc se acha feia sendo gorda, emagreça. Se acha feia sendo magrela, faça musculação, ganhe massa! :P

    • http://twitter.com/GriloD Grilo D

      Escolha melhor seus homens. Se a minha mulher viver para fazer o que eu mando, eu a mando de volta para a casa dos pais. Sem personalidade, tou fora!

  • osmane

    Eu gosto mulher!!!rsrs

  • osmane

    aliás… eu gosto de mulher!!!rsrss

  • EDVALDA SILVA DE SOU

    BOA NOITE EU,AMEI A MATERIA,COM ROUPAS P/GORDINHAS ME MANDE UM EMAIL FALANDO O LUGAR OU ONDE POSSO ENCONTRA OS MODELITOS MEU MANEQUIM E 54 E56 SUTIEN.

  • Fernando

    Fala sério!!!! Se essa mulher da foto, Crystal Renn, é considerada "gordinha", então meus parâmetros estão completamente equivocados! Um baita avião desses!

    É o que eu digo: mulher é que nem picanha, tem que ter uma gordurinhazinha pra acompanhar; é o segredo da gostosura! Até porque quem curte osso é reumatismo! Quando eu digo, quase todo mundo discorda, mas por exemplo, a louraça da foto, NA MINHA OPINIÃO, tem o corpo MUUUUUITO mais sensual que o da Kate Moss, aquele saco de ossos, ou até do "ícone" Gisele Bündchen, que tem um rosto lindo, peitôes, e SÓ!

    Em tempo: eu falei "picanha", não "cupim" ou "bucho". Tem mulher que é gorda, sabe que é gorda, e fica com esses papos de "sou gordinha bem-resolvida". Puro k-ô. Normalmente, as magrelas se acham, mas não são as tais; as verdadeiramente gostosas se acham gordas, porque querem para si um padrão inatingível para 95% dos espécimes femininos de nossa espécie; existem gordinhas gostosas e gordinhas nem tnato; e as gordas se dividem entre infelizes (maioria), conformadas e pseudo "resolvidas".

    • Melânia

      Concordo e assino embaixo!!!

      Eu vi a edição do America´s Next Top Model que trata no texto e ficava chocada quando tratavam a possível ganhadora como gorda. Ela era uma das mais lindas (tanto que ganhou o programa!)!. E como podem falar que mulher 44 é gorda? Até onde eu sei, temos que levar vários fatores em conta como peso, estrutura do corpo (formato maçã, pêra, triângulo etc)…tudo isso influencia no manequim.

      Não é por nada, mas já vi várias cabendo num 36 / 38 e mais feias (parecem mais um canudo)que certos 40 e poucos por aí…Vai do gosto e saúde de cada um (principalmente!).

    • Ana Bela

      "cupim" ou "bucho" hahahahahhaha! Realmente Fernando, estamos falando de gordinhas e não de obesas né? Abraços!

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Eu chamo de excesso de gostossura.

  • rose

    Pelo Amorrrrrrrrrrrrr de Deusssssssssssssssssssssssssssssss. Para de encher com esse assunto que não tem nada a ver com a intencionalidade de sermos seres mais evoluidos pois estamos no século XXI. Vamos olhar para o futuro que espera ver em nós muito mais sim do que não. Sou gordinha, super bem resolvida sempre fui e pasmem irei me casar com um homem 11 anos mais novo do que eu. Portanto parem de alimentar a industria da beleza eles já estão bem ricos. Quanto a nós, vamos viver fazendo cocô como todo o mundo, toda a gente no mundo inteiro, magros, gordos, altos, feios, belos…..

  • Livia

    Cada uma tem que se aceitar e ser feliz!

    O problema é que o ser humano está sempre preocupado com o que o outro é,o que tem….

    enfim se cada um cuidasse da sua vida e do seu corpo seria ótimo e não teriam problema emocional!

    O gordo(a) precisa levar a vida de um magro(a)…trocar a alimentação,ter mais agilidade!Nem sempre é a comida que faz engordar….mas o excesso de "tranquilidade"!

  • Beto

    A verdade é que a mulher cuida do corpo, se maqueia, malha, quer ser magra e estar dentro dos padrões de beleza estabelecidos pela mídia e pela sociedade não tanto para agradar aos homens, mas para se sentir mais bonita perante as concorrentes (outras mulheres). É engraçado mas é verdade. Os homens por sua vez, apreciam mais as mulheres "gostosas", como dizem, com seios fartos, coxas grossas e bumbum generoso, sejam elas cheinhas ou não. Conclusão: essa ideia de que modelo ideal de beleza atende pelo nome de Gisele Büdchen é pura besteira! E outra, beleza conta, mas não é tudo, de nada adianta uma mulher linda se for chata, antipática, só falar besteiras e coisas fúteis.

  • Malú

    A mulher seja gorda, magra, negra, rosa, mas com um sorrisao na boca, simpatia, humildade, inteligencia, e um bom papo consegue manter um exercito aos seus pés.

  • Joãozinho

    Sabe Cardoso, devias ter feito uma pesquisa mais profunda, até a vogue já criou uma sessão só com modelos mais "curvy", e umas das modelos mais requisitadas ultimamente é fora do padrões anorexia pride, Lara Stone e tal, tem uma, mini-revolução gordinha acontecendo no mundo na moda, que julgo eu, não vai durar muito, triste.

    http://rraurl.com/blogs/the_clash/1878/Curvas_e_S

  • Kika

    Má vá entender este mundo, eu sou magra e nao vejo nada de errado com as gordinhas, sao lindas, mas uma coisa engraçada é que agora existem várias campanhas sobre este assunto, será que daqui a alguns anos teremos a Gisele Bundchen plus size e mulheres magras sendo as novas gordinhas? massacradas por sua falta de gordura? será que não existe mudança sem sofrimento? hoje a vez das magrinhas amanha das gordinhas, depois as saradonas, não podemos ser todas lindas e gostosas todas de uma vez só? odeio este revezamento de conceitos e tendencias, está idéa de que mulher é como uma bolsa que a cada nova estaçao precisa se adequar a uma nova forma para fazer sucesso, hoje a moda é ter peitao vamos botar 200mls, depois sao os labios gigantes, depois pernas de tora, aiaiaia este mundo é tao cruel com as femininas, tento ao maximo nao deixar estas modinhas fazerem a minha vida e de mulheres que eu amo.

    Abraços.

    • http://twitter.com/GriloD Grilo D

      Concordo plenamente! A mulher bonita é a mulher natural. Canso de ver na rua mulheres que não tem metade dos atributos considerados "padrão de beleza" (padrão de quem, aliás?) mas que botam muitas outras no chinelo.

      Nós temos é que não cultivar estes preconceitos (como todos os outros). Como disse em outras respostas, não é o mundo que é cruel com as mulheres, e sim elas mesmas. Passou da hora de vocês escutarem um estilista qualquer (que, se duvidar, nem gosta de mulher) dizer "agora vocês precisam usar manequim 32" e responderem "F#@*$¨, eu prefiro ser feliz".

      Só toma cuidado com o vento – já quase tomei dois tombos por não ter "lastro" (quaquaquaqua!!!).

      Abraços,

      Grilo D

    • tina

      Concordo com vc Kika, não deveriamos ser como acesssorio da moda, e ficar em alta ou em baixa de acordo com a temporada, somos humanos temos algo mais a acrescentar na nossa gorda ou magra aparencia

  • http://vilmagermuts.blogspot.com Vilma

    Texto perfeito! O que mais me incomoda em ser "Plus Size"´são as confecções. Para as magrinhas, o P é para boneca. O M deveria ser P infantil, o G é o que deveria ser P normal e assim vai. Já as confecções que se auto intitularam para as "supersized" – como eu – não o fazem para gente normal. As cores e padrões? Ridículos! As listras? horizontais (dehr). Os cortes? Estilo saco de batatas. Ainda tem muito na moda para ser explorado. As lingeries? Sofríveis.

    Sem dizer – out of topic – que o material das etiquetas incomodam, precisam ser melhoradas!

    Estilistas, acordem!!!

    Ah. Legal a opinião da moçada…mas… só uma coisa: Uma coisa é você ser como quer ser, outra é aceitar-se. Ninguém é tudo ou tem tudo o que deseja! Abraço!

  • Cleverson

    Acho que estes fatos (a beleza das mulheres com número maior do que as modelos tradicionais e o destaque recente em noticiários) indicam o início de uma situação mais variada quanto aos padrões de beleza: progressiva perda de hegemonia das mulheres magras (enquanto modelos para marketing) para que um mercado maior de pessoas seja atendido pelos bilhões ou trilhões de produtos dirigidos às mulheres, tendo em vista que a maioria não está inclusa no padrão de mercado atual e por isso não se identifica diretamente com o produto, mas com a esperança de parecer com a modelo. Assim, com uma variedade maior de modelos de beleza, se atinge grupos de consumidoras mais específicas. É uma ampliação na venda de produtos que exaltarão mulheres de características físicas mais variadas. Mas é só o início. Na minha opinião, uma variedade maior de padrões de beleza é salutar para as bilhões de mentes humanas, ainda que seja um estímulo superficial do mundo da moda. Infelizmente, as mulheres ainda continuarão a ter seus corpos usados para venda de produtos, associando a mulher-objeto ao objeto de consumo. Para os produtos com enfoque masculino, peitos e bundas, para as mulheres, silhueta fina.

    • Ana Bela

      Olha Cleverson, acho que a solução é sabotarmos o mundo da moda que oprime e mandarmos fazer nossas roupas no ateliê de costura, como no tempo da vovó! Sob medida e muito elegante tanto para magras quanto gordas. Aí estes estilistas viados não terão a quem oprimir…só aos machos deles talvez…kkkkkkkkkkkkkkk

      • Vilma

        Bela sacada, Ana! Há muita opressão nos ditames da moda. Não digo mais para não criar uma discussão homofóbica, que nem seria o caso, pois meu melhor amigo é gay.

        Sobre outros comentários: Aos homens: Ainda vivemos uma sociedade muuuito machista (e somos nós que perpetuamos a espécie, pois muitas somos mães machistas!!!) e muito materialista. A verdade é que juventude e beleza dão e passam, para todos nós! Às mulheres: Precisamos ser tão corporativistas quanto os homens (ups.. se fossemos, muitas instituições acabariam, e nos aceitarmos. Ainda vivemos para agradá-los. É uma paranóia da qual não temos consciência. Somos um cérebro que comanda um corpo e não o contrário!

  • Peter Zimmermann

    Olá pessoal

    A pesquisa é interessante mas o que fica realmente é que o corpo "ideal" é ditado, hoje, pela indústria da moda. Em outras épocas as gordinhas de hoje foram os xuxuzinhos, e as demais não passavam de cadáveres, em outros tempos eram as cheinhas, que não diríamos exatamente gordinhas, mas menos ainda magras.

    Obras de arte de todos os séculos estão aí para provar, em esculturas, quadros, afrescos, desde as pequenas esculturas da Antiguidade, das famosas Mães (bem gordinhas), possivelmente as sexy-symbols da época.

    Enfim, não importa qual a preferência do momento, sempre existirão mulheres que se sentem balançadas – me perdoem o trocadilho – umas para mais, outras para menos.

    Conheço gordinhas que reclamam do que sobra, e magras que reclamam do que falta. O engraçado é que falam apenas das gordinhas !! E as magrinhas ? Não merecem também carinho e atenção ?!?!? Uai sô !!!!

    Então… Querem ir prá academia ? Vão, mas levem a cabeça junto, pensem, respeitem-se, não almejem o, talvez, impossível, busquem primeiro a saúde, do corpo e da mente, malhando e fazendo amigos, percam ou ganhem seus contornos (in)desejados, depois comprem de presente uma nova lingerie, sensualíssima, provocantíssima, mesmo que seja para apenas você se admirar, num primeiro momento, é claro ;) Conquiste o que deseja, e as primeiras vitórias devem ser muito comemoradas, mas pense e busque o equilíbrio, não fique esperando os resultados finais para tornar-se sensual, viva, vibrante, exercite-se todos os dias, em todos os sentidos. O corpo é uma parte boa da vida, mas é apenas uma parte.

    Abraços

    Peter Zimmermann

    • Ana Bela

      Eis a chave para o equilíbrio! Muito inteligente Peter! Abraços!

      • Peter Zimmermann

        Obrigado Ana. Apenas vivência, constatação na vida rssss

        Abração.

        Peter

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          Peter e Ana:

          Não diremos "pessoas gordas", diremos "pessoas gravitacionalmente favorecidas", como o Cardoso diria.

  • Fabiana Carla

    Não só o mundo é cruel com nós gordinhas.

    Tudo gira em torno da BOA APARÊNCIA e ser "gordinha" maioria das vezes não é ter BOA APARÊNCIA, somos cobradas SIM, somos regeitadas SIM, infelizmente essa é a verdade…

    Só quem é GORDINHA,sabe o PESO que carregamos!

    • http://twitter.com/GriloD Grilo D

      Fabiana, procure companhias melhores. Se você tem senso ético, ande com pessoas que também o tem, e boa parte deste preconceito desaparecerá.

      E mais: como anda a sua auto-estima? Quanto as pessoas gostam de você também depende do quanto você gosta de si mesma.

      Quanto ao mundo, este é cruel mesmo. Com as gordinhas, com as magrinhas, com as negras, com as pobres, com os óculos, com as espinhas, com os não-cristãos e por aí vai. Homens e mulheres. Não podemos mudar isto num passe de mágica, mas podemos mudar a nós mesmos e fazer parte do lado bom – enquanto convivemos pacificamente com o ruim.

      Abraços (apertados, claro),

      Grilo D

  • Mulher de IMC Median

    Dados interessantes…

    Texto pobre, autor sociopata.

    • http://contraditorium.com Cardoso

      comentarista mal-comida. E gorda. Recalcada.

      • Ana Bela

        Deve ser obesa, Cardoso! Aí só na faca mesmo!

      • Ane

        Pelo que parece, para você dizer que alguém é gorda é ofensa. Concluo que seja sua opinião. Pra que levantar essa lebre então?

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          AHAHAHAHAH…!

        • Rafael Giusti

          Pois é. O texto do post foi fodástico. Muito bom. Mas aí vem a resposta do comentário……….

  • Gláucia

    Que complexo! Dá pra curtir a vida só não??rs

  • emerson

    adoro mulheres com beleza natural, o importante e ela se cuidar, andar bem vestida, cheirosa , gordinhas bem cuidadas sao maravilhosas, nao sou do tipo que gosta de mulher 'plastificada' , cheia de silicone etc.

  • http://misabellc-biblioteca.blogspot.com misabellC

    Após tanto tempo de campanhas para endeusar magras, como se todos tivessem obrigatoriamente que possuir o mesmo biotipo…agora é necessário mostrar que a beleza está em todas as formas, mas fortalecendo a idéia de que o cuidado deve ser com a saúde e o amor a seu corpo e mente. misabellC

  • Rodrigo Cavalcante d

    Olá,

    Não vou me pronunciar sobre o texto pois ele está completo, mas sobre os comentários. Falamos melhor, com mais propriedade, daquilo que estudamos ou vivenciamos, e as declarações dos magros aqui me parece fugir dos dois quesitos. Não digo que não sofram com brincadeiras ou que passem por algum constrangimento ao longo da vida, mas se comparar ao sofrimento que passam os gordos acho um exagero. Digo isso dessa forma, pois me enquadro no segundo quesito, sou gordo, obeso, mas já fui magro quando criança e tenho a vivência de ambos. A magreza na cultura brasileira é vista como falta de saúde, algo que merece atenção médica e muita comida de avó. Enquanto a obesidade é vista mais como um desleixo do que como doença ou compulsão. Por isso digo que pra o gordo se trata de preconceito enquanto pra o magro apenas brincadeiras sem graça. Ou vocês já foram chamados de magro seboso, magro fedido, magro sujo. Ou ainda apelando ao intelecto, magro burro, já foram agraciados com a expressão "magro só faz magrisse". Salvo exceções acredito que não. Não digo que nos gordos sejamos coitadinhos dignos de pena mas pessoas que por opção de não se tratar, falta de disciplina ou uma má genética que seja, tem dificuldade ou simplesmente não conseguem perder peso. As pessoas tem dificuldade de entender que nossos padrões de beleza são os mesmos, a mídia também nos influencia no mesmo sentido que para os magros e que essa campanha afirmativa do “aceite-se” não vai colar. Independe de nos enquadrarmos neles. Podemos aprender a conviver com nossas limitações e buscar pessoas de “mente aberta” que nos aceitem, mas quanto a dizer que amamos passar por todos os constrangimentos do dia a dia, jamais.

    Saudações!

    Rodrigo

  • Manu

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, muito ridícula essa discussão!

  • Larissa Sanguin&eacu

    Concordo plenamente que a moda dita os padrões, e que é desleal a concorrência de campanhas mais humanas com esta indústria tão manipuladora. É uma pena que cada mulher não queira compreender e se conhecer melhor, e acabem sucumbindo a tortura do encaixe do tamanho "pp". Mas penso que não significa que, numa primeira tentativa, se deva desistir da ideia. A campanha foi inteligente e lindamente concebida, tentando acessar a essência emotiva das mulheres, passando além das "magras" camadas de superficialidade da imagem. Uma pesarosa constatação, que me faz refletir a importância da força-tarefa que é necessária pra reverter esta distorção humana. Acho que nós, mulheres, somos capazes de, exercitando e massageando nossas emoções, chegarmos em camadas mais profundas e reencontrarmos nossas essências.

  • Anderson Rocha

    Olá;

    Deveriamos pensar que as mulheres acima de tudo não são objetos para serem ''moldados'' como exige a sociedade,pois não é o tipo físico,tipo de cabelo ou cor da pele que irá determinar se uma mulher é bonita ou não,eu pessoalmente conheço gordinhas maravilhosas.Alem de tudo as mulheres devem ser amadas independente do seu tipo físico… Todas as mulheres naceram para serem amadas idolatradas e amadas por nós homens.

    Att;

    Anderson Rocha

  • karine

    Olá bom fizemos um trabalho sobre a dove

    na verdade a Dove so que vender ,pq na prpraganda real beleza

    pode vê vc não ve uma gordinha de verdade com celulites

    vc so ve mulheres bonitas cabelos lisos

    gordurinha durinha ,depois que ele viu que isso tava dando dinheiro e tals …

    foi que ele veio com essa de está precoulpado e tals mais na verdade e estudando a parte nao e assim ….

    mais se eles fossem vender um produto e colocava uma mulher cheia de celulite vc compraria aquele produto ???

    eu particulamente tenho celulites quem nao tem kkk´s

    mais eu nao compraria ,pq njo fundo no fundo a mulher gosta de ser um pouco "enganada".

    Bjuuss

  • RT

    NÃO EXISTE MUIÉ FEIA…NOIS Q BEBE POKO….HEHEHE

  • RT

    MAS AGORA É SÉRIO…PREFIRO UMA CHEINHA Q AS MAGRELAS Q NEM TEM ONDE SEGURAR

  • Lair

    Olha rapaz, prefiro mil vezes as gordinhas! Valeu Cardoso, não falta nada no seu texto. Parabéns!

  • Décio

    Olha, quem gosta de osso é cachorro. Mulher tem curvas e isso é que as deixam bonitas e sensuais.

    Os estilistas são tão doentes a anormais quanto as modelos que se submetem a essa loucura doentia do "império da magreza mórbida".

    • g

      quem gosta de vaca é fazendeiro…

      e não se sinta ofendido, já que vc falo de que "quem gosta de osso é cachorro"

      por qué pdoem chamar magras de ossos, mais não "vaca" pra as gordinhas???

  • Bel

    preferiria ser gorda a parecer com sheyla carvalho!

  • Cristina

    Gostaria que tivesse aquela avaliação pra te dar péssimo. Não concordo, acho que as magrinhas são muito sem graça! Em relação à estética. Conheço mulheres gordinhas e bonitas.

  • elysio

    Viava as cheinhas

    Mulher de verdade tem que ter coxas grossas, bundas a brasileira, braços rolicinhos.

    Mulher de verdade é aquela que têm no que se pegar, apalpar, etc.

    Mulher de verdade não importa se tem uma celulitizinha aqui ou acular.

    Viva as mulhres gostosas de verdade.

  • RiVoS

    Minha namorada é um pouco cheinha, mas e daí?

    Eu a amo mmtttoooo, e ela ah mto gostosa!!!! =)

    Não troco por ninguém, nem magra, nem gorda, nem mediana, nem ninguém.

    Essa coisa de corpo perfeito é q nem dedo, cada um tem o seu.

    Acho q o q vale mesmo é o caráter e a personalidade de cada um. Homem ou mulher, gordo ou magra, alta ou baixo, nada disso realmente importa (a não ser q prejudique a saúde).

    Deus nos ama como somos!

    Fiquem na paz!!!!

  • Renata

    Minha opiniao eh: – se as gordinhas 'felizes com o corpo' pudessem escolher claro que escolheriam um corpo estilo Gisele ou ate Sheila Carvalho(mais popozuda)… mas eu acho que a culpa eh mais da sociedade mesmo, hoje em dia com esse tal de fotoshop todas mulheres acabam se cobrando demais… um corpo legal(nem tao magra nem tao gorda) eh o ideal, comida saudavel, caminhada.. o importante eh ter saude e eh claro se sentir bem tambem… ninguem gosta de ser gordo, a sociedade castiga… eh isso

  • France

    Todas as gordinhas que conheço , torcem o nariz para as magras , sentem inveja sim!

    Principalmente das magras que comem de tudo e não engordam .

    Nas magras , qualquer roupa fica bem , tanto faz se ela usa roupas justas ou largas desde legging a saruel, tudo absolutamente TUDO é lindo nelas.

    A moda hoje é : legging de rendas e saruel de paetes , mini vestidos para ser usado com casacos e botas , tudo muito chic ,lindo para as magras . As gordinhas que me desculpem ,nada contra elas , agora, que é ridiculo ver uma gorda de vestido justo , blusa curta mostrando as gorduras, ou de saruel… é muito feio.

    Abraço a todos.

  • Roberto

    O mundo é mais cruel para as magrinhas e magrelos. Todo mundo faz texto com dados de gordas ociosas, reportagens mostrando como emagrecer dicas, sendo que nunca é mostrado o outro lado. Ainda mais porque segundo nutricionistas eh bem masi facil um gordo emagrecer do que um magro engordar.

    Hipocrisia falar que se sente bem, faz o que quer e que se sente gostosa sendo que no fundo fundo não é bem assim. Mentira! Mesmo amando do jeito que voce eh, duvido que NUNCA te bateu uma vontade de mudar o corpo, NUNCA. A midia eh mais forte que se pensa, amigo.

  • Carlos Vale

    A pesquisa não fez, como todas pesquisas, o que faz delas não mais que simples pesquisas, foi considerar um elemento mínimo de justiça: uma proporção razoável de tempo entre a exposição do estereótipo já incutido no ideário (tanto feminino quanto masculino – também) e a nova proposta (politicamente correta). Sem considerar que a sociedade esteve por tanto tempo exposta à idéia de que o bonito é aprimeira ideia, a divulgação de uma nova ideia (seja lá em que sentido for), por um período curto, sequer será suficiente para questionar a primeir ideia, e muito menos para incorporá-la em sua nova opinião. Questões como essa, acabam por não passar de um novo meio de tentar continuar a manipular o juizo de valor da sociedade. Infelizmente. E isso acontece em todos os segmentos…

  • http://www.sapobrothers.net Rafael B. Dourado

    No texto, o Cardoso comenta sobre a exigência dos estilistas por modelos "tamanho zero"…

    A Fabiane comentou sobre parecer um cabide. Numa antiga revista em quadrinhos da Mônica, ela e a Magali passam por um "esticador" do Franjinha e ingressam numa agência de modelos, já que ficaram altas e magrelas. O estilista as vê e comenta: "Ótimo, parecem cabides, qualquer roupa vai ficar bem nelas".

    Já o mundo "real" – se estivermos falando do interesse dos homens pelas mulheres, prefere mais carne – basta ver a rejeição imediata que certas mulheres tem quando vão mostrar seus dotes em ensaios nu e percebe-se que não há o que ser mostrado.

    A impressão que se tem é que raramente alguém está realmente satisfeito. Magras por se acharem muito magras, "cheinhas" por se acharem gordas… Tem o padrão estético "exigido" pela mídia, mas tem o exigido por si mesmo, e este se duvidar nem super modelo atinge. Ser mulher não deve ser fácil.

  • scheila

    UIIIII..QUE GRANDE TEMA…OLHA NA VERDADE CADA UM É CADA UM..E CADA PANELA TEM SUA TAMPA..FARTA ESTOU EU DE VER HOMENS ATRÁS DE GORDINHAS..E DE VER HOMENS ATRÁS DE MAGRINHAS..ISSO É REALTIVO…GENTE ELES QUEREM É FAZER DE TUDO NA CAMA COM A MULHER QUE SATISFAZ SEU BIOTIPO E PONTO FINAL!! DISCURSAO TOLA E INFINDAVEL..O NEGÓCIO É ACHAR-SE BONITA E SE CUIDAR ME LIXANDO ESTOU EU SE SOU MAGRA OU GORDA..DESDE QUE TENHA TUDO NO LUGAR..COMO DE TUDO E ESTOU NA MINHA MASSA IDEAL..NEM MUITO GORDA NEM MUITO MAGRA..NO PONTO..E PONTO FINAL..

  • JULIANA

    o bom é ser feliz , ter paz e saude….

  • Patricia

    "Essa era a interpretação racional, só que a mente humana e em especial a feminina NÃO funciona racionalmente."

    A mente que não funciona racionalmente é a de uma pessoa que escreve isso na mídia. Você tem algum estudo que embase essa sua afirmação? Ele está em alguma publicação científica? Ou você "racionalmente" chegou a essa conclusão? Quer dizer então que uma mulher SENTE que 2+2=4? Foi isso que essa sua afirmação disse. Radical assim. Por mais que no resto do artigo vc afirme que em um determinado estudo, avaliou-se especificamente as reações emocionais das mulheres. Obviamente estudos deste tipo são feitos em homens para avaliar suas respostas emocionais a outros estimulos.

    Outra coisa, de nada adianta uma ou outra propaganda entrar na modinha de exibir mulheres mais próximas da maioria, e a TV, revistas e o resto de todas as outras campanhas publicitárias do mundo só mostrarem modelos magérrimas. E por quanto tempo durou ou está durando essa onda nas campanhas publicitárias? É muito pouco tempo para se modificar a atitude de alguém perante sua auto-imagem. quem sabe no futuro.

    Ah, se quiser TENTAR me ofender, fique a vontade. Isso pode demenstrar sua falta de argumentação, como o fez com outro comentário acima.

    • http://contraditorium.com Cardoso

      Não quero demenstrar nada. Você QUER ser ofendida.

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Essa deve ser magra. As gordas são simpáticas.

        • http://casadocacete.blogspot.com Aline T.H.

          HAHAHAHAHAHAHAHA adorei. O comentário do Cardoso e o do Sarrah.

        • g

          vc tem que ser gorda que odeia magra

  • MARCOS

    ADORO GORDINHAS, ENTREM EM CONTATO COMIGO

  • lumbela

    ANTIGAMENTE, NOS ÚLTIMOS ANOS ATRÁS, A BELEZA DA MULHER REFLECTIA-SE SOMENTE NA MAGRITUDE, OU SEJA , NO TAMANHO FINO. MAIS HOJE EM DIA, SÃO VÁRIOS OS ASPECTOS QUE REFLECTEM A BELAZA DUMA MULHER, DENTRE ESTES O SORRISO, O OLHAR , O TOM DA PELE, A INTELIGÊNCIA , O TOM DA VOZ, TODOS ESTES ASPECTOS, ENQUADRAM-SE NO QUE DIZ RESPEITO A POSTURA,IMAGEM SOCIAL E CULTURAL, A SENSUALIDADE E MAIS, PORTANTO JA PASSARAM OS TEMPOS EM QUE SÒ AS MAGREICELLAS TRIUNFAVAM NAS PASSSARELAS E CONQUISTAVAM O CORAÇÃO DE QUALQUER INDIVÍDUO.

  • Gabriela

    O estudo indica quais são as causas da baixa auto-estima? Anos de publicidade distorcida poderiam ter afetado essas mulheres a ponto de continuarem relacionando-se aos padrões ruins?

    Só quero dizer que é tendencioso julgar a efetividade desse tipo de publicidade, desconsiderando que as mulheres ainda não foram expostas durante anos a fio.

    Velhos (e maus) hábitos são difíceis de quebrar, campanhas como essa serão sempre necessárias, até que estejam suficientemente dissolvidas no subconsciente feminino.

    Enfim, ainda acredito em grande parte no que o consumidor diz. Cabe ao outro lado da moeda pensar em estratégias para atingir esses objetivos, mesmo que subjetivamente.

    Abraços!

  • http://twitter.com/GriloD Grilo D

    Se iríamos facinho? Cairíamos de boca! Falando estritamente do físico, são as curvas que nos atraem. Modelos anoréxicas ficam para engordar (mais trocadilho infame) as estatísticas de internações e mortes por inanição. Ou, com sorte, um tratamento psicológico a tempo de evitar uma tragédia.

    Quanto à modelo "plus sized", deve ser por que ela tem coxas e peitos. Estes já contariam pontos entre nós homens.

    Em tempo: isto não quer dizer que não nos deliciemos com as magrinhas. Com as naturais, claro. Menina murchada por diuréticos, laxantes e "dieta da pqp" pra mim é homem.

    Meninas: quem cobra vocês pelo peso são vocês mesmas! Meninas condenam meninas gordas, mas vá procurar uma "fofinha" solteira…

    Os únicos que realmente gostam de esqueletos são os estilistas, mas me consta que muitos destes não gostam de mulheres. Isto explica tudo.

    Parabéns pelo artigo!

    Grilo D

  • Gika

    Eu era super magrela, sempre fui, e comia horrores. Aí comecei a fazer Hapkido, ganhei massa pra caramba, as gordurinhas antes escondidas apareceram e já estava me achando gordinha, pois meu bumbum e coxas aumentaram super!! Só que todo mundo que conversa comigo diz que estou melhor agora do que antes, que eu era muito magra e tals! A mídia é terrível com a gente, enfia na nossa cabeça o padrão de beleza impossível e, como diz no post, a gente procura esse padrão inconscientemente. É muito cruel para qualquer mulher, não só para as gordinhas. Mas eu acho que se essa tendência das modelos reais se manter, aos poucos isso também vai entrando no nosso inconsciente, e penso que seria mais justo para todas nós…

    Hoje eu tomo cuidado com a alimentação, não por questão de magreza, mas pela minha saúde. Aos poucos estou mudando minha visão sobre meu corpo. Ah, e meu namorado gosta mais de mim assim, com saúde heheheh!!!

  • SFS com IMC baix&iac

    Sou extremamente magra, como o que me dá na telha, bebo umas caipirinhas com os amigos, faço uma academia pra manter a forma, e mesmo a preferência nacional sendo Sheila Melo, muitos homens babam qdo passo… acho q cada um deve seguir sua vida da forma que se sintam bem, há quem pense q passo fome, ou q deveria tomar remédios pra engordar, eu tento viver do jeito q eu gosto, e as gordinhas tb deveriam ser assim, mas não ficarem relaxadas e engordar demais, não é bom pra saúde, tudo tem q ser dosado… nem demais, nem de menos. há homens de todos os gostos e para todos os gostos. há espaço para todas.

  • otavio

    oi eu achu que as godias e a mais gostosa que tem beijos para dodas sa gotinhas

  • priscila

    ser bonita é fundamental disse vinícius, …

    e completamente correto. SER bonita é SER, aquilo que SOMOS por dentro determina muito mais a nossa beleza do que aquilo que voce mascara por fora…

    Não basta se encher de maquiagem e entrar no manequim 38, mas SER FELIZ sendo o que somos é muito mais determinante e importante. USar um bom perfume, sorrir, desejar um bom dia para as pessoas, apreciar a beleza da natureza faz com que tornamos mais belos, apreciar a beleza da vida a cada dia, torna a nossa vida mais bela.

    Eu usava 46 hj uso 42 e com muito orgulho, e ainda vivo bem melhor e mais feliz do que quando usava 34….

    não me faz falta alguma, hoje me sinto bem e com saúde e ainda, quem sabe porque nao posso ate pensar em fazer um book e quem sabe eu também nao chego lá ?::: desde criança quis ser modelo mas nao o fiz porque esse padrão de magreza nao aceita pessoas bonitas, mas escravas da magreza. O que aconteceu nao foi que mudou o padrao mas que o entendimento das pessoas tem se aberto para valorização humana, é mto mais conveniente colocar alguem com saúde na capa de uma revista do que uma lindsay lohan da vida no auge da sua magreza….

  • Ana Paula

    Adorei a reportagem. Vocês estão de parabéns.

  • Michelle BH MG

    Então…

    Muito bonito o discurso: 'Se o cara não fica comigo pq sou gorda, eu é q não quero mais ficar com ele', mas sabe o q acontece?? Vc fica sozinha! E sabe como eu sei disso? Experiencia própria!

    Outra frase tb é de q 'as mulheres querem ficar bonitas pra outras mulheres': balela! Eu não ligo nem um pouco pro q as mulheres pensam ao meu respeito, sou hetero, gosto de homens e é o q eles gostam q me interessa, embora já tenha sido assediada por mulheres tb. Mas o q eu sou não agrada os homens… Disseram aí q o ideal dos homens é a Sheila Carvalho e das mulheres é a Gisele Bundchen, mas a Sheila carvalho tb está longe de ser uma mulher comum! Ela tem um traseiro avantajado e tal, mas não tem barriga! Vcs já viram uma gordinha sem barriga??

    Não tenho problemas de auto-estima, não me menosprezo e luto pelo meu desejo, mas a luta não é entre mim e uma outra mulher! Se fosse, já estava ganha! A minha luta é pelos os homens! E essa luta é desleal…

    O discurso dos rapazes tb é lindo, mas não funciona de verdade. Na hora do vamos ver eles não tem nenhum escrúpulo em largar as gordinhas pelas magrelas.

    Eu sou gordinha, mas ainda assim proporcional, com cintura e tudo, linda, tenho rosto e cabelo perfeitos, sou inteligente e nem um pouco modesta, tb não sou chata, como a maioria pode pensar pela minha enorme auto-estima. Não me visto de forma ridícula deixando a banha pular pra fora da roupa, sou vaidosa na medida e invisto nisso. No entanto, já vi um monte de caras dando adeus pra mim por causa de mulherzinhas magrinhas, vazias e sem nenhum outro atrativo físico além dos ossos aparecendo embaixo da blusa!

    Nenhuma mulher magra entra numa loja e pede um vestido e recebe um saco de batatas das mãos da vendedora! É isso q elas trazem pra mim, roupas q ficariam bem na minha avó, cortes quadrados, q não marcam o q eu tenho de bonito no corpo, pra não marcar tb a parte considerada feia. Qual é o nome disso? Preconceito, é claro!

    Eu acho q num preciso falar mais nada né??

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Eu te dedico, Michelle!

      Conheço uma quase gorda desvairada com pretensões de magra, que usa calças que deixam a barriga de fora e usa tenis 35, quando o número dela é 36.

      Bem ridícula.

      • Vilma

        haha!

        Vc tem razão, se aceitar é uma coisa… Perder a noção é outríssima! Sou gordinha, mas não aceito o nodelito provolone de cantina!!!

    • lol

      vc fala de autoestima, mais vc tem um orgasmo cada vez que fala de "magrelas puro osso"

      • Michelle BH MG

        Primeiro q nunca usei a expressão 'magrela puro osso'. Se vc não sabe ler, tb acho q não deveria escrever! Especialmente pra criticar e ofender outras pessoas q vc nem conhece!

        E sim, eu tenho muita auto-estima mesmo e não tenho orgasmos com magrelas, bem ao contrário! Conheço algumas magrelas q dariam um dedo pra q eu mudasse a minha orientação sexual!

  • Aline

    Essa pesquisa é RÍDICULA!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Deve ter sido MUITO MAL REALIZADA, para ter um resultado desse super mal explicado!!!!

    E outra…, nunca vi pesquisa de qualidade mesmo com raras exceções, aparecendo em reportagem de internet.

    Não conheço nenhuma gordinha que tenha se sentido mal com as "mulheres de verdade" nas propagandas, pelo contrário, TODAS ADORARAM, e não é apenas um discurso vazio não, é o primeiro contato cultural com mulheres reais há décadas!!!!

    Abaixo ao discursinho retardado de que todo mundo quer viver na ilusão. Se tem idiota que quer, tem muita gente inteligente que luta seriamente, para que o povo pare de se iludir com qualquer porcaria sem valor, e cresça, e aumente sua educação, e crie uma cultura de VALOR e REAL. Chega de bundas peladas, cerveja e BURRICE!!!

    Essa pesquisa citada ou a reportagem é RÍDICULA E MAL FORMULADA!!!

    • jrventurim

      Reportagem? Hahaha … Agora é a "Revista Época do Cardoso" ou a "Cardoso Boa Forma" … Aline, se voc~e ainda não percebeu isto aqui é um Blog, B. L. O. G. = BLOG, sabe o que é isso. Depois reclama.

  • Sabrina Lacerda

    Nos podemos mudar e procurar melhorar nossa qualidade de vida e consequentemente a estética, mas sem "alienação". A campanha da DOVE, http://www.youtube.com/watch?v=2DiHXFaCHWk, da "Real Beleza" e http://www.youtube.com/watch?v=S8ed5O6iPog, "Verão sem Vergonha", comenta o que atinge várias mulheres e não só as "gordinhas". Fazer uma campanha só para as "gordinhas" é uma forma de colocar evidência, apenas um grupo de mulheres. Como cita e autor "em especial a feminina NÃO funciona racionalmente", a maioria das mulheres dificilmente estão satisfeita, assumo.

  • lari

    Gente, sou mediana, vivo de regime, até já consegui ser magra, mas pouco tempo durou a felicidade!

    Dizer que não somos cobrados pela mídia é pura hipocrisia, somos sim, todo ser humano é, com exceção daqueles que não vêem TV, não lêem revistas ou sequer acessam a Internet. O que muda mesmo é a maneira como encaramos os fatos que nos são expostos, alguns não ligam e outros se perturbam totalmente, talvez o meio termo seria de bom tom, no entanto é complicado dosar as emoções e racionalizar sentimentos e auto-estima está intimamente relacionada ao sentimento que temos em relação a nós mesmos, logo é impossível manter-se contante, ainda mais em se tratando de mulheres, com suas incríveis alterações hormonais.

    Penso que o mais interessante seja tentar lidar com as próprias emoções e suas variações de maneira mais natural possível, a começar por aceitar as situações de peso ou não para assim poder mudar.

  • Gilson

    Gostei muito da análise sobre a tentativa do Dove. É decepcionante saber que a campanha não está dando certo. Talvez eu seja imparcial, pois prefiro as gordinhas.

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Aquelas mulheres da propaganda de Dove, são maravilhosamente lindas, apesar de tudo o que se disse das gordas!!!

  • http://www.brebresia.multiply.com Brésia

    Não concordo nem um pingo com esta pesquisa. Eu sou gordinha e quando vi as propagandas achei o máximo, me senti ainda mais poderosa e pensei "finalmente os olhos estão se abrindo". O mundo (que o autor diz ser cruel com as gordinhas) está enxergando que o que faz uma mulher poderosa é sua cabeça, sua postura.

    Conheço mulheres magras que são tão inseguras quanto outras gordinhas; isso não tem a ver com a massa, tem a ver com o emocional; é psicológico. Saber ser mulher é fundamental é isso que vai fazê-la se impôr e assim, ninguém (nem o mundo) será cruel com ela.

  • scheila

    cardoso..tu é chato viu???kkkkkkkkk nao é a toa que usas essa foto do persongem mais implicante de uma série da tv!!!..kkkkkkkkkkkkkkkk..viva as gordas..kkkkk viva as magras..viva eu a gostosona..kkkkkkkkkkkkkkkkkkk..viva o cardoso XATONILDO..KKKKKKKKKKKK

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Te dedico, Scheila!!

      • scheila

        me dedica o que?? esse seu tópico?? porque se for voçe ez uma dedicaçao erradissima!!! porque estou muito mais para modelo que oara qualquer biotipo..kkkkkkkk..há..pode ser que voçe dedica a minha pessoa o troféu de lindona..ai sim..kkkk.AGORA EU TE DEDDICO O O TROFEÚ DE MAL HUMORADO..FOGO..NAO SABE VER UMA BRINCADEIRA…

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          Quem não sabe ver uma brincadeira é a senhora, dona Scheila. Não lembra das falas de Reginaldo e sua esposa na novela "Senhora do Destino"?

        • jrventurim

          Realmente, não dá para dedicar nada a uma pessoa que escreve "voçe" (2 vezes) e confunde uma pessoa que comenta com o autor do Blog. VOCÊ pode não ser gorda, mas é burra e para isso não existe dieta ou melhora de auto-estima que resolva.

  • Pingback: Atenção publicitários « Formatto Soluções()

  • Ana Bela

    Garotas, acabemos com este falatório todo e voltemos ao nosso regime…assim, só teremos que ouvir ou ler elogios!

  • Pingback: Links em TPM |()

  • http://www.conteudo-g.blogspot.com Gabe

    Meu IMC é normal, mas eu super apoio todos os tipos de beleza ! assim como todas as pessoas, tenho minhas preferências, e admito que gosto de pessoas mais voluptosas, mas o mais importante é ser saudável. Pois não adianta fazerem uma propganda sobre 'gordinho é tudo de bom' se o 'gordinho' não for saudavél, isso seria a mesma coisa que fazer propganda de modelos suuuuper magras, pois elas não são saudáveis.

    Temos de aceitar as diferenças entre todos, e não destacar um tipo só, seja ele acima ou abaixo do peso :)

  • Mônica Virgo

    Sou bem rechonchuda e não estou nem aí, o que me importa é ter saúde. As modelos desse artigo do CC são belíssimas, não devem nada aos varapaus que mais comumente existem na propaganda de moda.

    Carne para pegar + conteúdo intelectual = mulher irresistível. :-)

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      A senhora é linda, Madame Mônica, super inteligente e com muita gostosura. Ah…! Se eu não fosse casado!

      Ah… vamos pensar em outra coisa.

    • http://www.scifibrasil.com.br Carol

      a Virgo disse tudo! beijos

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Te dedico, Madame Carol. (TM Reginaldo de Senhora do Destino, mas a senhora é culta e inteligente, não como a tal de Scheila, que não entendeu a piada…)

  • scheila

    ATENÇAO

    ATENÇAO

    ATENÇAO

    ATENÇAO

    CARDOSO..EU TIVE VENDO SUAS FOTOS….KKKKK..VOÇÉ É GORDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO..KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK..VOÇE DIZ QUE AS GORDAS SAO INIMIGAS DELAS PRÓPIAS..ENTAO TU ÉS SEU PRÓPIO INIMOGO..!!! DETESTO GENTE QUE GENERALIZA AS COISAS….

    • jrventurim

      "voçe" de novo?, e o pior "voçé", "própias", "própio" … "inimogo", Detesto generalizar, mas já que VOCÊ detesta gente que generaliza as coisas, eu vou fazer meu PRÓPRIO comentário, mesmo correndo o risco de virar seu INIMIGO: VOCÊ é muito burra, muita burra mesmo, provavelmente a pessoa mais burra que comentou neste tópico. Satisfeita agora.

      • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

        Eu te dedico, Jrventurim, ganhou da iletrada.

  • http://blogaieudouvalor.blogspot.com silmara

    não é a indústria da moda que diz quem é gordo ou magro, é a saúde

    estou acima do peso, e isto porque?! porque me alimento bem e pratico exercícios?! não!! porque só como o que não deveria e tenho vida sedentária

    não existe pessoa gorda que seja saudável… ninguém engorda sem comer mais do que deveria ou sem ter alguma doença que provoque aumento de peso

    essa tentativa (estratégia de marketing) de tentar incluir pessoas acima do peso em campanhas não é mais saudável do que a utilização de magrelas, não é saudável ser gordo e pessoas acima do peso não podem imaginar que estão bem assim, é preciso saber que precisamos ir ao médico, precisamos nos exercitar e precisamos de reeducação alimentar

    e não, homem nenhum vai em gorda, porque essas modelos estão superproduzidas e photoshopadas e gordas de verdade não são assim

    e manequim 44 é M e não G

    • Maria

      Meu Deussss concordo plenamente, falou tudo!

  • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

    Confirmado:

    magras são mal-humoradas.

    • lol

      vc é invejosa, adora criticar as magras e fazer generalizaçoes idiotas.

      • http://sarracena.blogspot.com Martin Juan Sarracen

        Não sou invejoso. Já tive mulher magra e tive mulher gorda.

        Tenho experiência no assunto.

        A magra era insuportável e preguiçosa.

        A gorda é tranquila, bem humorada e trabalhadeira.

        Não troco minha gorda por três magras.

        É isso.

        PS: Devia ter lido todos os comentários, antes de criticar.

  • http://casadocacete.blogspot.com Aline T.H.

    Ó, só pra deixar a mulherada que é escrava de dieta e tratamentos de beleza extremos – porque fazer as unhas, cortar os cabelos e tal, como colocaram num dos 879.453 comentários acima como "vaidade" é, pra mim, questão de HIGIENE: vou ali jantar um sanduíche de mortadela e outro de mussarela com peito de peru (o peito porque gosto e não porque seja de baixa caloria, beijos!).

    Ai, Cardoso, rendeu, hein? Acho que emagreci 0,5g lendo isso aqui.

    Beijos aos/às bem-humorados/as, felizes e resolvidos.

  • http://www.scifibrasil.com.br Carol

    Adorei o texto, adorei as salsinhas, adorei o Cardoso respondendo ao povo e adorei o Sarrah roubando a cena nos coments.. auhauhauhauh. O importante mesmo é NÃO ser TNT, beijos

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Bondade sua, querida Madame Carol.

  • Pingback: Links para o #FDS | Link Ninja()

  • http://lekkerding.geekgirl.com.br/ Lekkerding

    O grande problema aqui (acho eu, maso que eu sei? Sou só uma mulher) não é tamanho. É formato. Gordinhas, magrinhas, medianas ou whatever, as mulheres são malucas pela maldita cintura fina – aquela que dá o formato violão, ou Coca-Cola. As muito magras ficam mal porque são "retângulos". As muito gordas ficam mal porque são "ovos". E tudo que desejam é essa maldita forma de violão que vocês tanto amam – a totosuda Crystal Renn, que você diz gostar – ou seja, nem você escapou desse estereótipo – exibe uma bela cinturinha de pilão, quase incompatível com o biotipo dela. Ela deveria ser um ovo.

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Talvez haja muito photo shop nessa foto, mas que ficou gostosa, ficou.

      • http://lekkerding.geekgirl.com.br/ Lekkerding

        A cinturinha fina sempre salva.

        • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

          De praxe.

  • http://www.balanca-venda.com Balança

    Eu sou gordinha e feliz comigo mesma, nunca faria uma cirurgia plastica.

    Ana

    • http://sarracena.blogspot.com Sarrah

      Mandou bem, Balança.

      Provou que a senhora se gosta.

  • ELAINE PEREIRA DE SO

    a vai pentiar macaco!!!!!!!!!!

    bando de baranga agora o comentario dos meninos ñ vale eles se apaixonam por qualquer trambuco sem roupa que apareça na frente deles!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • http://sarracena.blogspot.com Martin Juan Sarracen

      Não necessariamente sem roupa.

  • valeria

    adorei mas ainda nao e do meu gosto porque o casamento que vou e chiquerimoooooo

  • Mariana

    Embora tenha visto a psotagem um pouco atrasadinha, senti vontade de comentar.

    Achei muito interessante, pois é exatamente isso que a mídia nos impõe: o consumo exagerado, a insatisfação pessoal, fazendo com que as pessoas se envergonhem do que são por, por natureza.

    Veja como são as coisas: os mestres da pintura, da antiguidade, inspiravam-se em musas com curvas bem generosas, e hoje, houve essa inversão de valores. Fazendo assim, milhares de pessoas criticarem a moda passa, mas seguirem fielmente a atual.

    Confesso que várias vezes me encontrei depressiva, por não ter o corpo que a mídia pede e ser baixinha (160 cm e 60 k ^^), mas hoje prefiro nem ligar tanto,não passar fome e me aceitar do jeito que sou, afinal:só estamos bem quando agradamos a nós mesmos!

    Ótimo tema e abordado com conteúdo, parabéns escritor! ;)

    • Mariana

      Perdão pelos erros ^^'

  • Mônica fernandes

    Bem … como acima ja esta tudo muito bem dito …
    prefiro dizer q como gordinha … nao tenho problemas com isso .. seja profissional, afetivo, e em qualquer outro setor da minha vida ….

    minha verdade e essa .. e percebo q tenho muito mais coisas a trabalhar em mim so que apenas trab musculos ou perder centimetros .. qd percebi q minha gordura afetava minha saude emagreci .. e hj ainda sou gorda, porem nao me incomoda em nada .. …. cito abaixo o q realmente busco trabalhar em mim ….

    "Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato…
    Ou toca, ou não toca".
    "Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela
    só tenho uma chance de fazer o que quero.
    Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce
    dificuldades para fazê-la forte,
    Tristeza para fazê-la humana e
    esperança suficiente para fazê-la feliz.
    As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas
    elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos"
    "Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros."
    "Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é possível fazer sentido. Eu não: quero é uma verdade inventada".
    "…há impossibilidade de ser além do que se é –
    no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio,
    sou mais do que eu, quase normalmente –
    tenho um corpo e tudo que eu fizer é continuação
    de meu começo……
    a única verdade é que vivo.
    Sinceramente, eu vivo.
    Quem sou?
    Bem, isso já é demais…."
    "E se me achar esquisita,
    respeite também.
    até eu fui obrigada a me respeitar".
    "Sou uma filha da natureza:
    quero pegar, sentir, tocar, ser.
    E tudo isso já faz parte de um todo,
    de um mistério.
    Sou uma só… Sou um ser.
    E deixo que você seja. Isso lhe assusta?
    Creio que sim. Mas vale a pena.
    Mesmo que doa. Dói só no começo."
    " Não sei separar os fatos de mim,
    e daí a dificuldade de qualquer precisão,
    quando penso no passado."
    "Pois logo a mim, tão cheia de garras e sonhos,
    coubera arrancar de seu coração a flecha farpada.
    "Eu sou à esquerda de quem entra. E estremece em mim o mundo. (…) Sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro.Sou um coração batendo no mundo."
    "Sou como vc me vê
    Posso ser leve como uma brisa,
    ou forte como uma ventania,
    depende de quando, e como vc me vê passar" !

  • André

    Olha, eu acho as gordinhas novas o maior tesão.
    Mulher magra nunca parece ser uma boa matriz.
    As gordinhas agasalham muito melhor!
    Pena é que elas durem pouco, dificilmente passam dos 30.

  • Frau

    Gente, magra, gordinha, gorda, etc… tanto faz pois todos envelhecem, adoecem e um belo dia morrem. Meros mortais, vivem apenas de passagem nessa terra se preocupando com futilidades. Me pergunto: onde é que essa praga teve início? seria ótimo que todas as criatiras fossem felizes, pouco importando seu IMC corporal. No túmulo todos ficam magrinhos, iguais. Por isso me causa pena a humanidade, vivo minha vida sem tentar agradar quem quer que seja, jamais cometeria a indelicadeza com outro ser humano em comentar sobre sua aparência, o que vale é a beleza da alma, o caráter, uma boa companhia. Jamais mutilaria meu corpo com plásticas, nem me privaria das delícias da boa mesa apenas para estar "na moda", mas tampouco deixo de me exercitar, manter meu orgnaismo saudável mas sem pressionar minha natureza e sua fase. Beleza… artigo valorizado, mas que dura pouco, descartável.

  • ana

    axei essa campanha da dove de mal gosto….afinal mulheres de verdade sao so as gordinhas com curvas generosas?
    mulher de verdade, é mae, mulher, trabalhadora, empregada doméstica tudo numa só! a realidade da nossa sociedade!
    e as magras que nao sao modelos?
    reparem que o estereotipo de modelo magra nao quer dizer que essa o tipo ideal de beleza mas sim que as roupa de estilista encaixa melhor ….ficam elegantes
    mas a sociedade no geral parece encarar isso como sinal de aceitaçao, notariedade, fama, desejo!
    e dps as magras que nao sao modelos levam c avalaches de comentarios de gordinhas que querem elevar a sua auto estima derrubando as dos outros…
    eu magra…..saudável…adoro poder comer tudo que quero e sem olhar pro rótulo….
    quase a toda roupa me fica assenta bem..
    mas o que eu nao daria para parar de ouvir comentários sobre a minha magreza! e nao sou magra anorética tenho IMC 18,55
    aliás se todos os homens gostam de gordinhas é porque algo vai mal…ja que com tanta variedade pk fazemos todos de comer pessegos, se ha maças, laranjas,etc..

  • http://twitter.com/baarbara Barbara Tavora

    Estou acima do peso e assumo isso.O mais importante é você ter uma visão mais positiva de se próprio corpo.
    É mais importante você se sentir bem consigo mesma e estar saudável do que ser estupidamente magra.

    Como ter uma imagem positiva do seu corpo – http://www.mundodalili.com/post/como-ter-uma-imag… – Esse texto é de minha autoria.

  • http://twitter.com/pablostefano82 @pablostefano82

    O problema não é ser gordinha… O problema é ser feia.

  • bianca

    essa comunidade fala sobre as gordinhas que estão cansadas do preconceito , espero q vcs goste http://www.facebook.com/GordinhaCansadaDoPreconce