Alou chucrutes, a cobra vai fumar. De novo!

cobrafumou

O dia 26 de Abril de 1944 foi um dia ruim para o Brasil. Tropas da FEB durante uma missão de reconhecimento ao sul de Parma deram de cara com um esquadrão de alemães, a linha de frente de uma tropa muito maior e muito mais bem-armada, inclusive com tanques, e por mais que os M8 fossem excelentes blindados leves de reconhecimento, não eram páreo para os panzers da 90. Panzergrenadier-Division. 

Recuaram para a cidade de Collecchio, onde o comandante do grupo de reconhecimento, Capitão Pitaluga pediu reforços ao mesmo tempo em que espalhava suas forças pela cidade, para tentar conter as tropas do Eixo.

Do lado inimigo eram a 148ª Divisão de Infantaria Alemã, a 90ª divisão de panzers e as 1ª divisão de infantaria leve e 4ª infantaria de montanha, italianas.

Do lado aliado, a 1ª Divisão da Força Expedicionária brasileira, com reforços do 751º e 894º batalhões de tanques dos EUA, e uma divisão de partisans.

Os números não eram favoráveis, mas  brasileiro sempre dá um jeitinho, e no caso o brazuca foi o General Zenóbio da Costa. Durante as batalhas anteriores ele percebeu que os alemães estavam se movendo muito rápido, e não usavam mais artilharia. Do lado brasileiro rebocar canhões atrasava muito, então o General decidiu abrir mão da artilharia pesada. Recolheu veículos auxiliares dessas divisões e transformou em transporte de tropas. Assim a FEB se tornou uma unidade de resposta rápida, com 606 jipes e 676 caminhões.

fuma

“É mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra” ou vencer a Alemanha, né?

Isso ajudou o Capitão Pitaluga, e antes do fim do dia Collecchio tinha mais brasileiros que Miami.

O comandante supremo das tropas brasileiras, General Mascarenhas de Moraes montou um plano fortificando as entradas da cidade, inclusive as saídas para Parma. Os alemães tentaram várias vezes furar o bloqueio, mas foram botados pra correr quando no dia 27 chegaram os tanques brasileiros e americanos.

Interrogados, prisioneiros alemães contaram que a 148ª estava estacionada ali perto, a apenas 14Km de distância. Sem perder tempo Mascarenhas de Moraes ordenou um ataque com tudo que tinham à cidade de Fornovo, QG dos nazistas. Iniciado às 18h do dia 28 de Abril, o ataque durou até às 22h, quando o General da Wehrmacht herr von Otto Fretter-Pico jogou a toalha.

Essa é a imagem de abertura deste texto. Mascarenhas de Moraes aceitando a capitulação do nada superior General Otto Fretter-Pico, único caso da Guerra onde uma divisão inteira se rendeu. Os brasileiros capturaram 14700 soldados alemães, 800 oficiais e 2 generais, 1500 veículos entre blindados, tanques e auxiliares, além de 80 peças de artilharia.

Infelizmente tivemos entre mortos e feridos, 45 baixas. Do lado alemão? Não sei e não me interessa.

Portanto, crianças, fica a lição: Dá pra vencer a Alemanha sim, e mesmo que a gente perca hoje, no máximo fica 1 x 1.

 

Leia Também:

  • Excelente!

    Só fiquei na dúvida quando você falou sobre único caso de uma divisão inteira se render. Como fica quando o 6º Exército se rendeu em Stalingrado?

    • Pablo

      O 6to exercito nem era mais exercito, era um monte de mendigo vestindo farrapos sem condições de lutar, diferente desses ai que estavam bem alimentados e equipados.

  • William

    "O dia 26 de Abril de 1994 ". Acredito que refere-se à 1944, embora a Batalha de Collecchio é datada em 1945 (segundo wikipedia).

  • Bu Pereira

    1944, né? 94 creio que não foi :)

  • O texto foi bom do ponto de vista histórico, mas o pseudo-patriotismo do final foi desnecessário.

    • Gabriel Nunes

      Hmm, posso estar enganado, mas acho que você entendeu errado a última mensagem. De pseudo-patriota ela não tem nada, tem é um sarcasmo bem refinado. O pior é que tem gente que deve achar realmente equivalentes as duas situações…

  • kkkkkkkkkkkkkkk, É Cardoso, acho que você estava enganado!!!!!

  • No máximo 1×1….. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    to rindo, mas é pra não chorar :(

  • No máximo 1×1….. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Adriano

    Opa lelê, 1×1? Errou por pouco

  • Gustavo Ventura

    "Dá pra vencer a Alemanha sim, e mesmo que a gente perca hoje, no máximo fica 1 x 1."

    Rapaz…. isso se fosse uma derrota honrosa. Mas do jeito que foi, eu digo que ficou 2 x 1 pra eles.

  • No nosso caso, faltou bloqueio mesmo. :|

  • lcdsantos1310

    Espero que os chucrutes não respondam ao 'alou'…

  • César Ferrinha

    Pra quem achava que o Cardosão não erra nunca… hahahahaha
    Ainda sou teu fã, mas… hahahahahaha

  • SR OBVIO

    DESTA VEZ OS ALEMÃES DERAM O TROCO ( 7 X 1 ), ÊTA POVINHO RANCOROSO.