web metrics


A Arte de Mudar de Opinião -ou: Nessa fecho com a Feminista

23/03/2014 - 5:02 pm  -  7 comentários


sarinha

Uma das coisas que mais me irrita é histeria, até por ser uma condição facilmente tratável. A internet, claro, sofre dela em proporções epidêmicas. Tudo é tratado com um exagero patológico. Crise na Ucrânia? Histéricos gritam 3a Guerra Mundial Iminente, Obama vai destruir o Mundo, Putin vai invadir Niterói. Avião sumiu? Illuminati, plano maligno, falha endêmica que ameaça todos os aviões do planeta.

Marcha da Família? Golpe de Direita prestes a ocorrer vão matar todos que não tatuem uma suástica na testa. Como? Marcha foi resposta ao Golpe Comunista que o PT estaria armando pra chegar ao poder? Quem governa o país tem uns 3 mandatos, o PDS?

Essa incapacidade de tratar qualquer assunto de forma racional, de não conseguir enxergar tons de cinza inviabiliza qualquer debate. Por isso inclusive estou me abstendo de sequer tomar conhecimento do tal Marco Gomes Civil, ou algo assim. TODAS as matérias que vi traziam mastigada a conclusão a qual eu deveria chegar, sob pena da Internet no Brasil se tornar uma ditatura gay, de esquerda, de direita, nazista, fascista ou reptiliana. Continue reading “A Arte de Mudar de Opinião -ou: Nessa fecho com a Feminista” »



Leia Também:


Netflix só será competição quando deixar de ser Nerdflix

22/02/2014 - 1:15 am  -  15 comentários


Estava eu tranquilo no bar assistindo desesperadamente House of Cards, quando deu a hora de fechar. Tudo bem, como assinante da Netflix conheço o maaaaaaravilhoso recurso que me permite continuar a assistir um vídeo do ponto onde parei, em qualquer dispositivo.

Alguns minutos depois chego em casa, coloco parar o celular Windows Phone onde estava assistindo a série, me sento diante do PC rodando Windows 8 e aciono a aplicação da Netflix pra continuar com minha sublime obsessão.

ACCESS DENIED.

img

OK, vamos tentar de novo, cacas acontecem. Vamos tentar do Browser, não da App Oficial do Netflix pro Windows 8.

netflixdomal

Yeah, que merda. Então vejamos. Eu PAGO pelo serviço, chego em casa e não consigo acessar. Faço os procedimentos (eu fiz) e o erro continua. O gerenciamento digital de direitos está dizendo que EU, que PAGO POR ESTA MERDA não tenho acesso.

Vejamos então como resolver esse bug. Uma busca no Gugo retorna uma página do suporte oficial do Netflix:

netflix

Isso mesmo. DE CARA  o tutorial começa aviando que você deve imprimir o texto pois terá que fechar o navegador.

Sejamos realistas. Minha mãe não sabe fazer isso. Minha mão não tem a MAIS REMOTA IDÉIA do que seja um folder %programdata%. Minha mãe (e eu) quer chegar em casa, ligar o computador ou a televisão e assistir  a um programa.

Não me entendam mal. Eu AMO PROFUNDAMENTE a Netflix, mas enquanto ela continuar a exigir que você execute 9 passos de um tutorial pra corrigir um erro que veio lá do diabo do cacete do fim do mundo da sacerdotisa de satã, ele será um serviço de nerds, para nerds.

Gente comum NÃO quer passar por um tutorial de 9 passos para assistir a um programa pelo qual PAGARAM.

Sucesso no mundo nerd, sucesso na Internet não quer dizer automaticamente sucesso no mundo mainstream. Enquanto o espectador da Netflix precisar saber onde está o folder PlayReady ela será um serviço de nicho, de gueto, e não ameaçará a HBO.



Leia Também:


Aonde nenhum kibe jamais esteve: plagiaram o Nerdologia

02/02/2014 - 4:55 pm  -  16 comentários


kibedobem

Não é só em Hogwarts onde o pessoal faz mágica pra trapacear. No meu tempo de escola usávamos técnicas dignas do Q (o do James Bond ou o de Star Trek, tanto faz) para colar. Do truque de fazer colas e reduzir em Xerox até canetas com mulheres peladas (pesquisem, crianças) onde trocávamos as mulheres por fragmentos de texto. Eu lembro que tinha uma borracha com compartimento secreto para cola.

No final o trabalho de compilar as informações, datilografar e revisar funcionava como estudo e muita gente nem usava a cola, mas era uma questão de princípio combater o sistema.

Isso me ensinou que a capacidade humana pra fazer besteira é infinita, mas mesmo assim me espanto. Continue reading “Aonde nenhum kibe jamais esteve: plagiaram o Nerdologia” »



Leia Também:


Outro dia, outro esquemão de culpa ecochato

16/01/2014 - 5:00 pm  -  6 comentários


FREEZE__VEGAN_POLICE

Alguns dizem que o sexo move o mundo. Outros acham que é o dinheiro. Os mais práticos dizem que é a prostituição, combinando os dois primeiros. Já eu acho que é a culpa. Não é à toa que o catolicismo, a vertente cristã mais popular é baseada em culpa. O próprio cristianismo é uma invenção dos judeus, que praticamente inventaram a culpa e a refinaram em proporções bélicas. Duvida? Passe 10min com uma mãe judia.

Todo mundo quer sair bem na foto. Ninguém quer ser pego olhando o decote da Fernanda Lima. Olhar sim, julgar e criticar o colega flagrado olhando, sim. Ser flagrado, jamais.

Toda a indústria de créditos de carbono é baseada nisso. Sua empresa é acusada de antiecológica, pelas mesmas pessoas que não viveriam sem seu produto. Você paga a um atravessador por um certificado, mostra pros ecochatos, e todos ficam felizes. Aquele papel diz que em algum lugar imaginário existe um terreno imaginário com um número de árvores imaginárias, que já estavam lá. Essas árvores imaginárias representam o carbono imaginário que você “emitiu”.  E todos ficam felizes.

Ano passado mostrei um grupo de espertalhões tentando um esquema bem parecido: Em um email tentando encher o blogueiro de culpa, explicam que são uma ONG boazinha verde cuti-cuti que  analisou meu blog (quanta bondade) descobriu quanto carbono eu emito, e se comprometem a plantar uma árvore para neutralizar isso. Em troca, querem um singelo link.

Como não sou besta, fui investigar, e o tal projeto mal existia no papel. No Twitter em 21/9/2012 tinha 44 seguidores. Não 44 mil, 44. Hoje tem 29. A página que havia mandado a mensagem, e para a qual eu deveria linkar, era um site de compras. Sim, o bom e velho golpe de SEO.  Eis o email deles:

Seu Nome: Gesto Verde
Seu Email: xxxxxxxxx @guiato.com.br
Assunto: No dia internacional da família presenteie a mãe natureza
com um gesto verde!

Olá integrante do Contraditorium, tudo bem?

Eu sou xxxxxxxx e faço parte da equipe Gesto Verde, uma campanha
sem fins lucrativos, que visa promever a sustentabilidade através do
meio digital.
Conhecendo um pouco do site Contraditorium percebi que temos muito em
comum, afinal de contas, ambos buscamos o melhor, seja para o nosso
leitor ou para o mundo que fazemos parte.

Após essa análise resolvemos contactá-lo para para saber se podemos
contar com a sua colaboração para construir um mundo melhor, e
esperamos que você possa inserir o nosso selo
(http://www.guiato.com.br/meioambiente/blog-neutro-co2/participe-deste-gesto/)
em sua página http://www.contraditorium.com/.

Mas por que tudo isso?
Você sabia que um blog produz quase 3,6 kg de dióxido de carbono por
ano?

O objetivo do Gesto Verde é plantar 500 árvores nativas no Brasil,
minimizando o impacto ambiental gerado pela sociedade, e  para isso
precisamos da participação de 500 sites, sendo que cada selo incluso
se reverte em uma árvore plantada pelo IBF.

Contamos com a sua colaboração e estamos abertos a sugestões.
Após a inserção do selo entre em contato conosco para que possamos
contabilizar a sua participação.

Sentiram o drama, né? isso foi em Maio de 2013. Veja o email que recebo… hoje:

Seu Nome: Caroline Reis

Seu Email: xxxxxxx@iquilibrio.com.br
Assunto: Planeta Verde
Sua Mensagem (5.000 caracteres): Olá, tudo bem?

Meu nome é Caroline Reis e eu faço parte da equipe do Planeta Verde,
uma iniciativa sem fins lucrativos em parceria com o Instituto
Brasileiro de Floresta, que promove a sustentabilidade no mundo
digital.

Quantas vezes você já não parou para pensar no que poderia ser
feito para mudar a má situação do nosso meio ambiente? Nós
queremos te ajudar a fazer a
diferença, que tal?

Para manter um blog no ar, são produzidos em média 3,6 kg de gás
carbônico por ano. O plantio de uma árvore pode neutralizar essa
mesma quantidade. Por isso,
para cada internauta que colar o nosso selo verde em sua ferramenta,
nós vamos plantar gratuitamente uma árvore em seu nome.
Participe! Confira as instruções aqui:
http://www.iquilibrio.com.br/planeta-verde.

Após a inserção do selo, por favor, entre em contato conosco para
que possamos contabilizar a sua participação e plantar a árvore.

Venha fazer a diferença com a gente!

Abraços,

A semelhança faria até o Shia Labeouf gritar plágio.

Vamos ver então o tal site. Clicando no link completo, um lindo projeto ecológico, INGOAL ao antigo Gesto Verde, mas agora se chama Planeta Verde, e tem incríveis 29 seguidores no Twitter. Como sou puta velha, vamos confirmar o óbvio, indo pra raiz do site:

esquemao

Ou seja: Se você, blogueiro engajado, ecológico, que ama os bichinhos e se preocupa com a mãe terra recebeu esse email, sentiu uma tonelada de pedras orgânicas de culpa caindo sobre sua cabeça e prontamente colocou o tal selinho pra salvar o planeta, parabéns, seu mané. Você foi vítima de um spam elaborado, um esquemão supimpa pra enganar o Google e gerar relevância pra um site qualquer.

 



Leia Também:


Mais Recentes | Mais Antigos


Quem é Cardoso

Para saber mais sobre o autor deste blog, visite este link. Para enviar uma mensagem, clique aqui. Para anunciar, clique aqui.




Hey, você aí...

Colabore com o blog que você conhece e ama. Ou então com o contraditorium. Demonstre seu afeto da forma que todo mundo entende: Com dinheiro. Ei, se até Deus precisa dele, quem sou eu para discordar? Escolha sua doação:
Valor do Agrado

Jabá

O Contraditorium está hospedado no Bluehost, com transferência mensal ilimitada, espaço em disco ilimitado, domínios ilimitados, infinitos subdomínios, PHP, Ruby on Rails e todas as funcionalidades que você puder pensar. Quanto? US$6,95 / mês, quinze Reau, menos que uma pizza. Conheça o Bluehost, clique no link abaixo.