web metrics


Podemos relaxar: Descoberto tratamento para Ebola. E é natural!

04/08/2014 - 7:07 pm  -  9 comentários


Herbs-Supplements

 

O Ebola é um vírus isolado pela primeira vez em 1976. Ele causa uma séria febre hemorrágica. Quão séria? Ele exige laboratórios com protocolos de segurança Nível 4. Coisas guardadas no nível 4 transformam pessoas em zumbis e criam piranhacondas. Se você for contaminado com Ebola tem 90% de chances de morrer. Com tratamento adequado.

Depois de exposto ao vírus pode ser que em dois dias comece a apresentar sintomas, que se parecem com uma simples Dengue: dor nas juntas, dor de cabeça, dor muscular, febre, garganta ruim, náusea, vômito e diarréia. Nessa fase como toda Dengue você já quer morrer, mas calma que piora. Seu fígado e seus rins começam a ser afetados. Seu corpo fica coberto de eczemas, que sangram quando você coça. Sangue aliás você verá sempre, pois o sangue que não vomitar será eliminado junto com a diarréia.

Você sangrará internamente, na região subcutânea e pelas mucosas, incluindo nariz, vagina e gengivas. Uma simples injeção provoca uma hemorragia.

Sua única chance é receber transfusões, litros de fluídos de reposição, acompanhamento sintomático e rezar pra Darwin para que seu organismo consiga eventualmente reagir. Num dia especialmente bom, num excelente hospital você tem 70% de chance de bater as botas. Se seu sobrenome é Motumbo Jr, sobe pra 90%. Continue reading “Podemos relaxar: Descoberto tratamento para Ebola. E é natural!” »



Leia Também:


Alou chucrutes, a cobra vai fumar. De novo!

08/07/2014 - 1:19 pm  -  14 comentários


cobrafumou

O dia 26 de Abril de 1944 foi um dia ruim para o Brasil. Tropas da FEB durante uma missão de reconhecimento ao sul de Parma deram de cara com um esquadrão de alemães, a linha de frente de uma tropa muito maior e muito mais bem-armada, inclusive com tanques, e por mais que os M8 fossem excelentes blindados leves de reconhecimento, não eram páreo para os panzers da 90. Panzergrenadier-Division. 

Recuaram para a cidade de Collecchio, onde o comandante do grupo de reconhecimento, Capitão Pitaluga pediu reforços ao mesmo tempo em que espalhava suas forças pela cidade, para tentar conter as tropas do Eixo.

Do lado inimigo eram a 148ª Divisão de Infantaria Alemã, a 90ª divisão de panzers e as 1ª divisão de infantaria leve e 4ª infantaria de montanha, italianas.

Do lado aliado, a 1ª Divisão da Força Expedicionária brasileira, com reforços do 751º e 894º batalhões de tanques dos EUA, e uma divisão de partisans.

Os números não eram favoráveis, mas  brasileiro sempre dá um jeitinho, e no caso o brazuca foi o General Zenóbio da Costa. Durante as batalhas anteriores ele percebeu que os alemães estavam se movendo muito rápido, e não usavam mais artilharia. Do lado brasileiro rebocar canhões atrasava muito, então o General decidiu abrir mão da artilharia pesada. Recolheu veículos auxiliares dessas divisões e transformou em transporte de tropas. Assim a FEB se tornou uma unidade de resposta rápida, com 606 jipes e 676 caminhões.

fuma

“É mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra” ou vencer a Alemanha, né?

Isso ajudou o Capitão Pitaluga, e antes do fim do dia Collecchio tinha mais brasileiros que Miami.

O comandante supremo das tropas brasileiras, General Mascarenhas de Moraes montou um plano fortificando as entradas da cidade, inclusive as saídas para Parma. Os alemães tentaram várias vezes furar o bloqueio, mas foram botados pra correr quando no dia 27 chegaram os tanques brasileiros e americanos.

Interrogados, prisioneiros alemães contaram que a 148ª estava estacionada ali perto, a apenas 14Km de distância. Sem perder tempo Mascarenhas de Moraes ordenou um ataque com tudo que tinham à cidade de Fornovo, QG dos nazistas. Iniciado às 18h do dia 28 de Abril, o ataque durou até às 22h, quando o General da Wehrmacht herr von Otto Fretter-Pico jogou a toalha.

Essa é a imagem de abertura deste texto. Mascarenhas de Moraes aceitando a capitulação do nada superior General Otto Fretter-Pico, único caso da Guerra onde uma divisão inteira se rendeu. Os brasileiros capturaram 14700 soldados alemães, 800 oficiais e 2 generais, 1500 veículos entre blindados, tanques e auxiliares, além de 80 peças de artilharia.

Infelizmente tivemos entre mortos e feridos, 45 baixas. Do lado alemão? Não sei e não me interessa.

Portanto, crianças, fica a lição: Dá pra vencer a Alemanha sim, e mesmo que a gente perca hoje, no máximo fica 1 x 1.

 



Leia Também:


Exoesqueleto da Copa – Brasileiro sendo vira-lata até o osso

13/06/2014 - 11:51 am  -  25 comentários


hulkbuster1

Agora o alvo é o “dinheiro público” gasto na pesquisa do Miguel Nicolelis. Gente que nunca abriu uma Superinteressante que seja se tornando “o” especialista em fomento e pesquisa. Cobram resultados irreais, como se tivessem prometido uma Armadura Mark 15 da Stark Technologies.

Desconhecem o conceito de prova de conceito. Desconhecem que para andar é preciso engatinhar e que os carros que estacionam sozinhos não surgiram da mão de Henry Ford, que a Dragon V2, que a VSS Enterprise não saíram da oficina dos Irmãos Wright.

A mesma gente que acha INADMISSÍVEL gastar dinheiro com exoesqueletos para paraplégicos não reclama da USP gastar dinheiro publicando teses sobre grafitos de banheiro. Continue reading “Exoesqueleto da Copa – Brasileiro sendo vira-lata até o osso” »



Leia Também:


A Inadmissível falta de respeito da Rede Globo com os Nerds

08/05/2014 - 12:29 pm  -  49 comentários


oqueaglobonaomostra

 

Chegou ao meu conhecimento que a Rede Globo de Televisão, esse resquício midiático da Ditadura, vendo sua audiência escorrer para as redes sociais do povo tentou, num gesto desesperado, atrair o público formado por nerds, investidores, profissionais de tecnologia que criam em futuro em prol da população brasileira.

A tal novela -novela não, folhetim. Novela é coisa de Tolstoi, Hemingway ou do grande Jorge Amado. O tal folhetim mostra, mal e porcamente o dia-a-dia de jovens empreendedores brasileiros, ao mesmo tempo em que foca em um personagem que é um pastiche de Steve Jobs, Bill Gates e outros industrialistas ianques, como se o Brasil não tivesse sua parcela de grandes inventores, como Santos Dummont e Bartolomeu de Gusmão.

O personagem de Murilo Benício, que tanto honrou nossa pátria de chuteiras em Avenida Brasil, veste as cores do capitalismo ianque, indo gerar riqueza para Washington, baseando sua empresa na Califórnia. Agora, tomado de culpa ele resolve voltar para o Brasil, e faz uma apresentação de sua tecnologia, provavelmente criada por cérebros chineses e indianos, atraídos para o grande irmão do norte com promessas de fama e fortuna. Continue reading “A Inadmissível falta de respeito da Rede Globo com os Nerds” »



Leia Também:


Mais Recentes | Mais Antigos


Quem é Cardoso

Para saber mais sobre o autor deste blog, visite este link. Para enviar uma mensagem, clique aqui. Para anunciar, clique aqui.




Hey, você aí...

Colabore com o blog que você conhece e ama. Ou então com o contraditorium. Demonstre seu afeto da forma que todo mundo entende: Com dinheiro. Ei, se até Deus precisa dele, quem sou eu para discordar? Escolha sua doação:
Valor do Agrado

Jabá

O Contraditorium está hospedado no Bluehost, com transferência mensal ilimitada, espaço em disco ilimitado, domínios ilimitados, infinitos subdomínios, PHP, Ruby on Rails e todas as funcionalidades que você puder pensar. Quanto? US$6,95 / mês, quinze Reau, menos que uma pizza. Conheça o Bluehost, clique no link abaixo.